terça-feira, 2 de junho de 2009

O ganhador da promoção do Spot+anuidade foi o Moikano


Marcelo Andrei "Moikano" foi o ganhador do rastreador pessoal via satélite "Spot" com 1 anuidade inclusa!


Segue o relato do Moikano que foi o escolhido pela equipe de marketing da Spot.



Enviado por: Marcelo Andrei "Moikano"
6 de dezembro de 2007, cerca de 1 mês após o ocorrido.



E aí galera........ sou eu ....Moikano!!!!!!!! estou entre voces...ainda não terminei!!!!

Bom, em primeiro lugar gostaria de agradecer a todos : os que lá estiveram presente , pelas ligaçoes, e-mails ,recados, e os pensamentos positivos de minha melhora.

Estou no rio grande do sul com a familia em total espirito de recuperaçao!!! espero reve-los em breve...nas térmicas!!!

E pra esclarecer o que aconteceu realmente , vou tentar aqui passar, apesar de nao ser muito bom com as palavras.

Sendo breve foi o seguinte:

Eu decolei 08:40h em Quixadá (Ceará) com vento forte mas nada de exagerado...forte. e o tempo todo monitorando o horario pra ver se realmente valeria a pena continuar, ja que a condiçao estava com poucas nuvens..tipo 30%(pouco antes do acidente)e muito azul pra frente. voei 45km na primeira hora e 58 na segunda hora. eu capotei com duas horas de voo e 103 km voados, um pouco antes de monsenhor tabosa. Lembro isso claramente pois havia olhado o compeo segundos antes!!! estava tirando de uma base de nuvem pra outra um pouco mais escura e na sequencia da rota. Quando me aproximei dessa outra nuvem...voando o melhor planeio de minha asa sem estar todo picado (nunca voo todo cassado!!!nunca!!! sempre volto um palmo da marcha toda, mas pode ser que nao tenha tido esse cuidado ) ...uma frouxada de cabo animaaaaal e uma descendente mais forte ainda que me levou o speed bar das maos e uma porrada brusca com a cabeça na quilha...foi muito rapido e nao tive tempo de resposta, tipo segurar o speed com mais força para nao perde-lo. Quando se está fazendo acrobacia, tu esta preparado se isso ti ocorre!!! mas voando cross coutry às 10:40h da manha..., e o mais importante: o voo nao estava TURBULENTO em hora nenhuma!!!

bom, foi uma capotada fortissima, o GPS se desprendeu da asa e caiu, eu perdi o speedbar (barra de comando da asa que o piloto segura) com 1.500m de altitude, acionei o para-quedas reserva de emergência e lancei esperando o impacto pra cair mais devagar ja que neste momento estava em giro e caindo rapido...pra minha surpresa o tal impacto nao aconteceu e sim segundos depois minha asa quebrou (acho que no break down) e começou a girar mais rapido ainda...eu era feliz e nao sabia!! aí foi foda!!! batoquei (puxar natentativa de abri-lo) o paraca de tudo que foi jeito e nada....nada abria aquele corpo vermelho e branco, só fazia um barulho de bandeira no ventao... o chao cada vez menos colorido...meus pedidos de "por favor abra ", "sou tão novinho" nao haviam sido atendidos....pensei: vou fazer a passagem...o chao ja na cara...vou aproveitar os segundos que me restam e ficar em paz...agradeci tudo de bom que ja tinha vivido, agradeci a familia maravilhosa que tinha tido,dizendo em voz alta e chorando que os amava, os amigos que tinha feito, me despedi...e tudo começou a passar, nao em filme mas em fotos...rostos... nesse momento procurei relaxar.......................
....pensei no encontro em Deus e numa boa acolhida Dele.....pensei só coisa boa....sem desespero........sem palavrão .......

em arvores secas num valezinho estreito Deus me encaixou...a asa veio se quebrando até bem perto do chao...meu corpo ficou a centímetros de tocar os pes de novo na terra....EU AINDA VOU VOAR!!! EU NAO PERDI NINGUEM!!! era só o que eu pensava!!!agradeci a Deus a GENTILEZA de estar vivo.

Com muita dor nas costas caminhei até uma subidinha de morro só com meu radio e telefone ja que meu Compeo (GPS + Variomômetro integrados) tinha sumido. Só fiz contato com a base usando uma antena telescopica...um outro piloto que avistei passou uma cordenada próxima do local onde eu estava, me mandaram esperar o helicóptero...ai pensei: po nunca voei de helicoptero........deitei e esperei...esperei....esperei..
.desidratando e esperando, tinha uns 200 ml de agua que só molhava a boca...no topo dum morrinho pra facilitar a visualizaçao...e esperei tanto que me irritei.....ai com muita dor, muita mesmo, escolhi um carreiro lá, o mais gasto,eu estava sem rumo da civilizaçao mais proxima, mas precisava caminhar ja eram 16:30h e logo ia escurecer. Equilibrei o pescoço na cabeça e fiquei ereto e comecei uma caminhada lenta... ate que avistei um vilarejo bem ao longe...dessa trilha nao saio...vai acabar lá!!! mas a trilha passava pelos fundos de uma casinha que tinha um vira-lata latindo de longe...parecia ser grande, tinha voz grave, nao podia desviar o carreiro era cerca de arame farpado dos dois lados...quando fui chegando fui caminhando mais devagar ainda pra tentar passsar dezapercebido pelo cruel...nao adiantou...as galinhas me entregaram,fazendo uns cocoricó de correria, bom nao foi a primeira vez que uma galinha me fode!!! o cachorro veio na minha direçao latindo e correndo...mas logo atras dele uma senhora com voz de general mandou que parasse. Ufa, tava pronto pra briga, ia bater muito nele com meu radio!!

Caminhei mais um pouco e usei um orelhao ja tel celular nao pegava...Dió (o melhor resgate do mundo) em dez minutos chegou!!!ele ja andava por ali me procurando de carro. Me deu um colar cervical e partimos....bom, mais 50 km de carro pela estrada esburacada balançando o pescoço de vez em quando....asfalto pra Quixadá....Quixada (CE) nao tinha nada nem um aparelho pra ressonancia e tomografia...até o raio -x o cara me disse que saia meio embaçado!!! pedi pra voltar pro hotel ,preciso dormir,a dor vai passar e amanha vou estar bonzinho de novo...nao deixaram!!! ainda bem.

Mais tarde descobri por que o helicóptero do resgate que veio de Fortaleza (CE) à minha procura não me encontrou: O piloto que me viu acidentado passou a coordenada GPS com algum errinho ou entenderam errado e o helicóptero não me achou.

Por fim, C5,C6 e C7 (vértebras da coluna) comprometidas ...mas a C6 quebrada e com o disco levemente exposto. Cirurgia 3 dias depois, com o cirurgiao chamado FERNANDO FAÇANHA, fiquei tranquilo...com esse nome vai dar tudo certo.... e deu!!! Tamo aqui finalizando esse relato.


Só pode ter sido "ELE", diz aí? Nao tinha ninguem mais por lá. Só Eu e "Ele".
abraço a TODOS,

MOIKANO


---
Segue lista dos relatos recebidos e que tentaremos em breve colocar no ar, pois são histórias fantásticas também.

  1. Marcelo Moikano (piloto de asa) - relato vencedor
  2. Geraldo Nobre (piloto de asa e enviou 5 relatos)
  3. Sabão (piloto de parapente)
  4. Carlos Eduardo Carneiro Lessa (piloto de parapente)
  5. Carlos Bonifacio "Boni" (piloto de parapente)
  6. Antonio Valença (piloto de asa)
  7. Gustavo Lauriano (piloto de parapente)
  8. Ricardo Campanha "Indiana" (piloto de asa)
  9. Mauricio Grumari (piloto de parapente)
  10. ...e o Ze Galinha da Bahia (Sta Teresinha) enviou um relato muito engraçado do piloto baiano "Torrado" e que está fantástico, porém aguardando autorização do coitado do Torrado para ser publicado!




4 comentários:

Dió disse...

Meressidissimo !!!
Fiz parte dessa história e atesto o quanto ela foi sensacional... principalmente pelo seu desfecho. Moicano hoje esta aí, são e salvo, contanto sua história.
Valeu Moicano, te aguardo aqui pelo nordeste.
Abraços,
Dió

Anônimo disse...

Graças a Deus no final tudo acabou bem. Merecido spot. Depois disponibiliza os outros relatos pra galera Erick. Maninho

Indiana disse...

Concordo com o Dió (que se tudo correr bem, vou conhecer esse ano)! Merecidíssimo... fiquei até com vergonha da minha "roubada", heheeee!
Parabéns Nader e Vils brothers, é um enorme prazer poder compartilhar o ar com vcs!
Indiana

MR disse...

Sensacional o relato. Adorei a parte do preparo para a "passagem", do possível encontro com Deus e do que se passou na cabeça do Moicano. Obrigado por compartilhar a estória.