sábado, 8 de dezembro de 2007

Resumo da palestra do Mike Barber, recordista mundial de distância livre

O americano Mike Barber é o humano que voou mais longe com uma asa-delta, decolando do Texas EUA e percorrendo em linha reta 707 Km em mais de 10h de vôo.

Ele gentilmente fez uma palestra para os cariocas na FGV-Barra no dia 29/nov/2007 e deu várias técnicas sobre como voar longe, como resistir ao cansaço, preparação etc.

Segue abaixo o resumo da palestra que foi traduzido pelo Glauco Cavalcanti e transcrito pelo Valença:



  • A Preparação é fundamental;
  • O vôo de longa distância é um jogo em que apostamos com a condição;
  • Às vezes o objetivo diverge do melhor trajeto, deve-se avaliar se o melhor é seguir para o objetivo ou voar na direção da melhor condição;
  • Encontraremos mais facilidades em sítio de vôo conhecido;
  • Escolher o dia certo e não voar na véspera ou no dia seguinte. Em cada 3 dias escolher 1 dia para voar;
  • Procurar trajetos retilíneos com alta pressão atmosférica;
  • Acreditar no dia em que você escolheu;
  • Evite ficar baixo em uma situação onde você tenha apenas um gatilho térmico e um pouso como opção. Seria como colocar todas as fichas em uma aposta "all-in-one". Esta estratégia é muito perigosa, porque pode colocar todo o seu vôo a perder;
  • Vôo-livre de longa distância é algo que se constrói térmica a térmica, quilometro a quilometro e por isso não podemos ser irresponsáveis em botar tudo a perder;
  • Avaliar o primeiro terço do vôo, se deve continuar ou pousar para se poupar para o próximo dia;
  • O resgate é muito importante, ele deve ter poder de decisão e ajudar na avaliação. Deve estar munido de GPS e um rádio com uma boa antena;
  • A comunicação é fundamental em vôos de XC;
  • Água e barrinhas de cereais com acesso durante o vôo, analgésico preso na barra;
  • Tomar um anti-inflamatório antes, durante e depois do vôo;
  • Estudar mapas detalhadamente;
  • Estudar a quilometragem das estradas e seus pontos de referência;
  • Avaliar se o melhor é pousar perto da estrada ou voar mais alguns poucos quilômetros;
  • Um rádio integrado com GPS pode facilitar o resgate;
  • O XC Ceará apresenta condições parecidas com as condições de deserto;
  • Usar pelos menos duas operadoras de celular;
  • Voar é maravilhoso, porém a estrutura que envolve o vôo deve ser lembrada nos mínimos detalhes;
  • Manter-se com raciocínio racional, evitar alegria em situações oportunas e tristeza em situações desconfortantes;
  • Em roubadas no deserto ou em regiões desérticas caminhe a noite e de dia mantenha-se na sombra;
  • Para evitar decisões erradas, não tenha medo de tomar decisões, tiradas ou pousos;
  • Evitar a busca da térmica perfeita;
  • Largar a térmica maravilhosa na hora certa e partir para o Cross;
  • O Ideal e ter várias opções de pousos;
  • Pensar no futuro, nas próximas decisões;
  • Se estiver com muita indecisão, pode abrir o cinto e pousar ou acreditar na condição e partir para o Cross;
  • Tenha confiança na próxima térmica, se o ‘zero a zero’ perdurar, partir para o Cross;
  • Nas tiradas mais longas usar ¾ do VG;
  • Beba muita água;
  • Urine em vôo;
  • As regulagens para Cross devem ser diferentes das regulagens para campeonatos;
  • Relaxe em vôo e regule a asa para ficar macia. Melhor maciez do que performance;
  • Devem-se avaliar os itens proporcionalmente: razão de subida x vento x altura de tirada x desempenho das últimas térmicas;
  • Quando você está alto, voe McCready (mais rápido e parando somente nas fortes);
  • Quando você está baixo, voe em "Speeds to Fly", ou seja, está subindo reduza velocidade para se manter na massa o maior tempo possível. Se está afundando, acelere para sair da massa descendente rapidamente.


Seguem os links do Youtube com a gravação da palestra (agradecimento ao Mathias Fulda que gravou e editou):

Mike Barber e Vôos de Recorde - Parte 1

http://br.youtube.com/watch?v=30Z5ObCJRN4

Mike Barber e Vôos de Recorde - Parte 2

http://br.youtube.com/watch?v=Jhl1zOTYXmk

Mike Barber e Vôos de Recorde - Parte 3

http://br.youtube.com/watch?v=rNvSKPRgdp0

Mike Barber e Vôos de Recorde - Parte 4

http://br.youtube.com/watch?v=HIYGh0aS7-A

Mike Barber e Vôos de Recorde - Parte 5

http://br.youtube.com/watch?v=BQqDdG_2qb0

Mike Barber e Vôos de Recorde - Parte 6 (Final)

http://br.youtube.com/watch?v=uPEtxp7jUo0



Complemento:
O Fabinho Nunes (e eu concordo), diz que se você está muito baixo e tem pouso, coloque contra o vento, pois aumentam as chances de você "bater" em uma termal.

Sobre os dados que o Mike Barber usa na configuração de sua curva "Polar" em seus instrumentos, ele não abriu o jogo, mas para quem quiser ver os parâmetros que nós utilizamos em nossas WillsWing T2, clique aqui. Importante: Cada piloto e seu conjunto (asa, regulagens, casulo, peso, postura) tem uma polar diferente. Calcule a sua para usar os parâmetros corretos.

Ele também deu uma dica de como enroscar nas térmicas sem fazer força e sem cansar. Veja esta dica por completo!

Um comentário:

Anônimo disse...

I found this site using [url=http://google.com]google.com[/url] And i want to thank you for your work. You have done really very good site. Great work, great site! Thank you!

Sorry for offtopic